Polónia

A Polónia faz parte dos principais destinos de exportações portuguesas para os mercados da Europa.


A atratividade do mercado polaco deve-se essencialmente à sua dimensão, posicionamento geográfico e à capacidade de elevada absorção de produtos provenientes do estrangeiro, apresentando por isso interessantes oportunidades de negócios nomeadamente em setores em que Portugal poderá alargar os seus negócios ou entrar com os seus produtos de qualidade como são os casos da fileira materiais de construção, casa, moda, agroalimentar, moldes e máquinas, produtos farmacêuticos, inovação e serviços.


São encontradas algumas dificuldades pelas empresas portuguesas no mercado polaco, nomeadamente, o facto de o mercado ser bastante competitivo, com uma forte presença de empresas locais e estrangeiras de grande qualidade e onde as empresas portuguesas podem encontrar dificuldades se não tiverem uma adequada, agressiva e persistente estratégia de internacionalização. Acrescenta-se o tradicional "nacionalismo polaco” e algum "protecionismo” e preferência por empresas locais e a burocracia ao nível da administração pública, traduzida no elevado número de documentos e autorizações necessárias para qualquer processo administrativo.


Este país é um dos principais destinos do investimento direto português no exterior (IDPE), posicionando-se em 7º lugar.


Na Polónia estão instaladas um conjunto de empresas portuguesas com um notável sucesso, que têm servido de "âncoras” na mobilização e chamada de atenção para as oportunidades de negócios e de investimento na Polónia.

Informação País